Logo UNIFESP

Unifesp - 2ª fase - Línguas


Questão 31 Visualizar questão Compartilhe essa resolução

Food


O quadrinho faz uma crítica




a)
à falta de bons modos explicitada pela linguagem usada pelas crianças.
b)
aos maus hábitos alimentares praticados pelas crianças em geral.
c)
às crianças que não comem vegetais de cor verde.
d)
à professora que não está familiarizada com os desejos das crianças.
e)
ao conflito entre gerações, ou seja, diferenças de comportamento entre pais e filhos.
Resolução

O quadrinho traz uma crítica aos maus habitos alimentares das crianças, explicitando uma ironia quando a professora afirma que aquela é a "comida de verdade", e que não vem em pacotes ou de fast food. Ao se deparar com os alimentos, as crianças expressam repulsa, o que também demonstra os maus habitos.

Questão 32 Visualizar questão Compartilhe essa resolução

Health Food

(www.starling-fitness.com)

 

When introduced to “real food” the children express

 



a)
damage.
b)
awareness.
c)
revulsion.
d)
disguise.
e)
sorrow.
Resolução

Quando a professora apresentou às crianças a "comida real", elas apresentaram repulsa, com falas do tipo "Creepy" ("arrepiante") e "Weird" ("esquisito") e até o questionamento se a professora realmente espera que eles comam isso. As outras opções significam prejudicial (damage), consciente (awareness), disfarce (disguise) e tristeza (sorrow).

Questão 33 Visualizar questão Compartilhe essa resolução

Health

Healthy choices

How do we reduce waistlines in a country where we traditionally do not like telling individuals what to do?

 

By Telegraph View

22 Aug 2014

 

Duncan Selbie, the Chief Executive of Public Health England, suggests that parents feed their children from smaller plates. Photo: Alamy

 

Every new piece of information about Britain’s weight problem makes for ever more depressing reading. Duncan Selbie, the Chief Executive of Public Health England, today tells us that by 2034 some six million Britons will suffer from diabetes. Of course, many people develop diabetes through no fault of their own. But Mr Selbie’s research concludes that if the levels of obesity returned to their 1994 levels, 1.7 million fewer people would suffer from the condition.

Given that fighting diabetes already drains the National Health Service (NHS) by more than £1.5 million, or 10 per cent of its budget for England, the impact upon the Treasury in 20 years’ time from unhealthy lifestyles could be catastrophic. Bad health not only impacts on the individual but also on the rest of the community.

Diagnosis of the challenge is straightforward. The tougher question is what to do about reducing waistlines in a country where we traditionally do not like telling individuals what to do.

It is interesting to note that Mr Selbie does not ascribe to the Big Brother approach of ceaseless legislation and nannying. Rather, he is keen to promote choices – making the case passionately that people should be encouraged to embrace good health. One of his suggestions is that parents feed their children from smaller plates. That way the child can clear his or her plate, as ordered, without actually consuming too much. Like all good ideas, this is rooted in common sense.

(www.telegraph.co.uk. Adaptado.)


According to the text, Mr Duncan Selbie concluded that

 



a)
a) 1.7 million people are obese and have serious health risks in the UK.
b)
there are certain genetic conditions that pose the risk of developing diabetes.
c)
c) there were more diabetic people twenty years ago.
d)
d) obesity will escalate quickly in the next 20 years after a reduction in the last 20 years.
e)
e) less people would suffer from diabetes if obesity levels reverted to 1994 figures.
Resolução

a) Incorreta. Pois afirma que 1,7 milhoes de pessoas são obesas e tem sérios riscos à saúde no Reino Unido, mas se observarmos no texto o número 1,7 milhão mencionado se refere ao número a menos de pessoas que iriam sofrer de diabetes se a obesidade voltasse aos níveis de 1994.

b) Incorreta. Pois afirma que existem certas condições genéticas que apresentam (pose) o risco de desenvolver a diabetes, mas em nenhuma parte do texto é mencionada a influência genética na diabetes.

c) Incorreta. A alternativa afirma que há mais pessoas com diabetes há 20 anos atrás, quando na verdade o texto afirma que se chegássemos aos níveis de 1994, menos pessoas sofreriam de diabetes, uma vez que a obesidade é um dos fatores que contribui para o desenvolvimento da diabetes. 

d) Incorreta. O texto não menciona nada sobre uma rápida escalada de diabetes nos próximos 20 anos depois de ter tido uma redução nos últimos 20 anos. Além disso, o texto permite concluir que nos últimos 20 anos houve um aumento no número de casos, e não redução.

e) Correta. Pois o texto afirma que se conseguirmos voltar aos níveis de obesidade de 1994 menos (fewer) pessoas sofrerão de diabetes. 

Questão 34 Visualizar questão Compartilhe essa resolução

Health

Healthy choices

How do we reduce waistlines in a country where we traditionally do not like telling individuals what to do?

 

By Telegraph View

22 Aug 2014